Governo promete tentar acelerar processos relativos à pensão especial

Governo promete tentar acelerar processos relativos à pensão especial

Aproximadamente 170 pessoas, reunidas em uma comitiva nacional pelo MORHAN, estiveram em Brasília no último dia 10 de setembro. O grupo visitou autoridades locais para pedir a aceleração do julgamento dos processos de indenização das pessoas que foram segregadas em colônias, previsto na Lei 11.520.  A partir das 9h, membros da diretoria Nacional do MORHAN, juntamente com o artista plástico Siron Franco, receberam as caravanas na sala de reunião do Conselho Nacional de Saúde.  O grupo era formado por moradores de colônias do MORHAN ou não, Caixas Beneficentes, e GAMAH/DF e tinha uma composição das seguintes colônias e Estados:  Padre Bento – SP – 2 pessoas; Santo Ângelo -SP – 2 pessoas; Curupaiti e Tavares de Macedo – RJ – 27 pessoas; Acre – 1 pessoa; Bambuí – MG – 6 pessoas; Baurú – SP – 3 pessoas; Belém – 3 pessoas; Ubá- MG – 5 pessoas; Goiania – 45 pessoas, Anápolis – GO – 6 pessoas; Cristiano Machado- MG – 1 pessoa, Betim – MG – 45 pessoas; Três corações – MG – 5 pessoas; Brasília – 3 pessoas; Amazonas – 1 pessoa. Após a reunião, na qual que foram avaliados a conjuntura atual dos processos e os principais problemas, as caravanas solicitaram audiência com o Ministro da Saúde, José Gomes Temporão e o Senador Tião Viana. Ambos se encontraram com a comitiva no hall do auditório Emilio Ribas.  O grupo apresentou ao Ministro as seguintes questões: 1)       Regulamentação do artigo 4  da lei 11520.