NOTA DE FALECIMENTO: Volmer do Nascimento

NOTA DE FALECIMENTO: Volmer do Nascimento

O MORHAN retransmite a nota do Grupo Atividade EN´Atividade – GAEN, do município de Natividade, noroeste fluminense, comunicando o falecimento do grande ativista dos Direitos Humanos no Brasil, VOLMER DO NASCIMENTO. Segundo a nota, o sepultamento ocorreu na tarde de hoje, 1° de Outubro, às 15 horas, no cemitério local. A nota recebida não fala da causa de sua morte. Fora da mídia desde meados dos anos 90, Volmer teve papel decisivo e marcante na denúncia e combate ao grupos de extermínio que atuavam livremente no início daquela década e que vitimizavam, entre outros, crianças e adolescentes em situação de rua e abandono social. No auge da sua atuação política, Volmer, por pressão do movimento social brasileiro e internacional, passou a ser escoltado pela Polícia Federal e, posteriormente pela Policia Militar carioca, frente às constantes ameaças de morte que era vítima. Apesar da tentativa de segurança, sofreu um seqüestro, que acabou motivando o seu afastamento para o interior do Estado, onde passou a ajudar movimentos locais. “Volmer Nascimento certamente deixará saudades a todos aqueles que o conheceram e puderam compartilhar com ele o sonho de um Brasil mais justo”, disse Roberto Pereira, do CEDUS (Centro Para Educação e Sociedade).  Abaixo, uma breve apresentação, na justa homenagem prestada a ele pelo Grupo Tortura Nunca Mais, na ocasião do recebimento da Medalha Chico Mendes. _____________________________________________________ Medalha Chico Mendes: Volmer do Nascimento  As cidades latino-americanas viram crescer rapidamente uma população buliçosa, faminta, carente dos direitos humanos mais básicos: as crianças de rua. O mero surgimento dessa onda de meninos maltrapilhos e desencantados, que mendiga os vinténs e come as migalhas da nossa vida urbana, é a condenação cabal dos sistemas econômicos e dos arremedos políticos engendrados por suas classes dominantes. O desenvolvimento do terceiro mundo não será viável nem seus frutos espargidos por toda a população enquanto perdurarem regimes descomprometidos com a condição dos nossos povos.&nbs