Zilda Borges faz homenagem ao Sr. Aquino

Zilda Borges faz homenagem ao Sr. Aquino

“O Sr. Aquino estava com problemas de saúde há algum tempo. Viveu esse fato quase em silencio, pouco falava de seu processo de adoecimento.  Sempre escondeu suas feridas nos pés e pernas. Quando não deu mais para esconder, começou fazer exames e foi diagnosticados câncer com recomendação de amputação de uma das pernas.  A entidade Sirpha, na qual trabalhava há 35 anos, ofereceu ajuda, cedendo um quarto dentro da instituição.  Sr. Aquino aceitou, uma vez que morava sozinho em sua casinha no Jardim Anacha. Disse diversas vezes que estava sendo muito bem cuidado.  Ele relutou muito para não deixar amputar sua perna. “Se amputar, o mundo acaba pra mim”, dizia. No final, aceitou com mais tranqüilidade a amputação.  Fez a cirurgia, estava feliz, recebeu mais de 180 visitas, até de pessoas de outros municípios. Disposto, estava aprendendo andar com andador, muletas e sonhava com a prótese.   Sr. Aquino estava aprendendo a lidar com computador, pois um grupo de amigos providenciava um computador com internet.  Em tempo realizamos um encontro do MORHAN e foi planejada a assembléia para outubro de 2008. Em tom de brincadeira, Aquino falou da dificuldade de manejar a cadeira de rodas. Coordenou a reunião com seu jeito tímido, mas feliz, porque ali estavam pessoas que ele acreditava que ajudaria a criar um novo MORHAN, sem os vícios antigos.  Todos os participantes estavam animados e prontamente aceitaram funções e o trabalho.  Mas na sexta feira, dia 09 de setembro, Sr. Aquino passou mal e foi levado para Santa Casa novamente, passando por outra a cirurgia para retirar mais um nódulo. Durante o pós-cirúrgico, ainda mandou um recado: “Diz pra todo mundo que estou bem e mando um abraço”. Nesta mesma noite, veio a falecer.  Participei do velório do Sr. Aquino.Todos estavam muito tristes. Havia muita gente. A maioria absoluta era quem viveu com ele no hospital São Julião (no tempo da colônia), e pessoas da comunidade Nova Lima, agentes de saúde, enfermeiros e enfermeiras da UBS.  Choravam muito.  Pela manhã do dia 10, estiveram presente pessoas dos conselhos de saúde e fóruns – por onde Sr. Aquino fez seu palco de luta.  Filhos e netos também marcaram presença, além de sua atual namorada.