Ney Matogrosso lança mais uma parceria para ajudar na eliminação da hanseníase

Ney Matogrosso lança mais uma parceria para ajudar na eliminação da hanseníase

O Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) vai lançar mais uma iniciativa com o apoio do cantor e voluntário Ney Matogrosso com o objetivo de alertar a população e às autoridades públicas para o grave quadro da hanseníase no país – o Brasil é o primeiro no mundo em casos da doença, com cerca de 50 mil novos registros a cada ano, sendo cerca de 10{737e4b9c673e023d1e22e6450f357635e06f8bd79cbc4321969a82ee16f45f77} diagnosticados tardiamente, levando a seqüelas irreversíveis, inclusive em crianças. Nesta segunda-feira (17), Ney Matogrosso, o conselheiro nacional de Saúde, Artur Custódio Moreira de Souza, e representantes da área de Saúde do Rio, como a médica Ana Claudia Krivochen, diretora dos antigos hospitais-colônia para portadores de Hanseníase Tavares de Macedo e Curupaiti, e Kédman Trindade Mello, coordenadora do Programa de Hanseníase do Estado do Rio de Janeiro, vão firmar um convênio com a Associação dos Professores Públicos Ativos e Inativos do Estado do Rio de Janeiro (Appai). A parceria vai permitir a realização gratuita de 50 palestras e apresentações teatrais mensais em escolas de São Gonçalo e municípios da Baixada Fluminense, além da Zona Oeste do Rio de Janeiro, áreas endêmicas de hanseníase no estado. O projeto pretende, até o fim do ano, atingir diretamente cerca de 35 mil pessoas. A Appai preparará cartilha para professores e panfletos para a população e alunos. As palestras poderão ser marcadas, a partir de abril, pelo Telehansen 2502-0100.